Nômades digitais

Os nômades são tribos, ou pessoas, que por escolha ou por circunstâncias passam a vida sem fixar raízes. Em muitas regiões do mundo essa prática é comum até hoje. Tribos inteira se deslocam procurando pastagens para seus animais, ou condições climáticas melhores. O Tibete, por exemplo, país do centro da Ásia, tem cerca de 40% de sua população vivendo como nômades.    

    Até aí tudo bem, tribos de países remotos, criadores de gado e rena, mas como esse fenômeno chegou aos grandes centros do mundo? Da forma mais rápida é claro: pela internet. É isso mesmo. Atualmente temos visto um grande aumento no número de nômades digitais. 

O que são nômades digitais?

São profissionais que trabalham pela internet, independente do local no qual eles estejam fisicamente, normalmente eles viajam muito. A gama de profissionais que podem trabalhar dessa maneira é imensa, desde profissionais consultivos até professores. .

    Os profissionais que escolhem trabalhar dessa maneira podem fazê-lo de qualquer lugar, desde que tenham acesso a internet. Não raro nós vemos pessoas trabalhando em bibliotecas e cafés, e ainda existe a possibilidade de se trabalhar em espaços de coworking.

    Ainda é possível trabalhar enquanto viaja, por exemplo, nada impede que um nômade digital trabalhe da praia hoje e amanhã de um hotel fazenda. 

Como se tornar um nômade

Se você tem o desejo de se tornar um nômade digital, mas por enquanto trabalha em um local convencional, você pode começar devagar. Buscando trabalhos freelance, por exemplo nas suas horas vagas.

    Fazer cursos online sobre coisas específicas tais quais marketing digital, programação, redação, ou alguma outra coisa do seu interesse irá te ajudar muito. Não pense que começar fazendo pequenos trabalhos online será fácil. Existe muita concorrência e, infelizmente, muitas vezes os preços não serão justos. 

    Porém com o tempo você irá conseguir construir uma rede de networking tanto com clientes quanto com colegas, eles serão importantes tanto para troca de experiências como para ajudar com algum trabalho. 

    Outra opção é tentar conversar com o seu chefe para realizar algumas atividades a distância. Economize. Vai precisar. 

Vivendo como nômade 

Este capítulo é muito pessoal, tudo depende da forma de nomadismo que você quer ter. Se quer ser um nômade clássico e viajar o mundo todo enquanto trabalha pela internet você precisará cuidar de algumas coisas, por exemplo, se você morar de aluguel terá que terminar o contrato, não se esqueça de cancelar assinaturas mensais como aulas de inglês e academia. 

    Agora, se você é um pouco mais light e só quer ter mais liberdade para viajar e determinar seus horários não terá que se preocupar em dar fim aos seus bens, mas ainda assim é bom ficar de olho nas mensalidades, especialmente no começo da sua nova carreira terá que economizar muito. Viver de freelancer é legal, mas é um pouco inseguro. 

Vantagens de ser um nômade digital

1 – Poder conhecer mais pessoas e culturas:

Para quem gosta de ter novas experiências e conhecer novas realidades esse é um prato cheio. A chance de poder se movimentar por aí sem ter muita coisa que te prenda, e poder fazer seus próprios horários de forma com que se encaixe na necessidade daquele dia é uma das maiores vantagens em ser um nômade digital. 

2 – Fazer o que gosta:

Depois que você conseguir se estabelecer dentro da carreira de freelancer você poderá escolher com o que quer trabalhar. A menos que esteja precisando muito de dinheiro, você poderá fazer apenas aquilo que você ama. E ganhar dinheiro por isso.

Desvantagens de ser um nômade digital 

1 – Distância dos amigos e da família

Essa desvantagem é inerente a todos aqueles que possuem a alma nômade, que gostam de viajar e que não conseguem fixar raízes. Você acabará passando menos tempo com as pessoas que ama. Você terá milhares de amigos espalhados pelo mundo, mas talvez perca o aniversário da sua avó ou o casamento do seu melhor amigo. Escolhas

2 – Instabilidade

A carreira de freelancer com certeza é emocionante. Trabalhos diferentes. Pessoas diferentes. Contato com diversas áreas. Tudo muito intenso. Porém quase nunca você terá um contrato fixo, então os ganhos vão ser sempre variáveis. Existirão meses ótimos e outros ruins, ter uma reserva financeira é quase uma obrigação. 

Liberdade pode ser demais? 

    Os homens tentam responder essa pergunta desde sempre. No entanto ninguém conseguiu ainda. Ser livre demais é um problema? Pode ou não ser. Depende de como você irá encarar essa escolha.

    Ser um nômade digital é mais do que um estilo de vida, é uma escolha de alma. Se seu coração pede por mais não tenha medo e vá. Mas se você tiver medo de pular do abismo é melhor se preparar um pouco mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *